Ganhar massa já não é um sonho restrito ao universo masculino. As mulheres também estão em busca da sonhada massa magra, já que quanto maior nosso % de massa magra, maior e mais rápida é nossa perda calórica. (Eba! Eureka!) Mas por que é tão difícil ganhar massa? Os especialistas garantem que, na maioria dos casos, o problema está no treino mal feito (ou inadequado) e na dieta errada. Só uma pequena parcela tem relação com sérias disfunções metabólicas. E, se este não é seu caso, continue firme: Suas chances podem começar neste texto.

Sedentário pode?

A inatividade física é responsável por uma em cada dez mortes por doenças como problemas cardíacos e diabetes tipo 2, segundo estudo divulgado no Reino Unido. Daí é comum sentir aquele “medo” de atividades físicas de alto impacto e dietas restritivas de mais. Ganho de massa? Só em sonho. Só que este temor é uma bobagem e não ajuda a saúde. Faça um check up e anime-se: Para quem está parado por muito tempo os resultados podem surgir mais rapidamente (com dieta e treino regular). É que o impacto das mudanças são imediatamente metabolizados pelo corpo acostumado ao repouso e aos nutrientes pobres. No CrossFit então… Nem se fala! Quantos relatos de “CrossFit emagrece”, “CrossFit e ganho de massa”, “Crossfit e resultados mais rápidos”… Eu já perdi a conta! 😉

“Eu já treino e não ganho músculos”!

Quem já é ativo e se sente estagnado (aquele platô intransponível) pode encontrar no estímulo intenso e variado do esporte a chave para o ganho de massa (leia sobre as capacidades físicas aqui). Claro que a dieta deve estar adequada, né, gente? Porções certas de proteína, gorduras boas e carboidratos devem estar condizentes com a rotina e o treino do aluno. Lembre-se que o CrossFit em nada lembra aquele “treininho” de musculação que a gente faz checando o celular e seguido de 20 minutinhos de esteira. Na nossa modalidade o choque metabólico é sem precedentes e, obviamente, os resultados também. Ponto pro CrossFit! Logo, a dieta pré e pós-treino deve ser ajustada. Na Ares estamos focados em promover este pilar também, por isso fechamos parcerias e oferecemos atendimento nutricional individualizado nas unidades com nutricionistas e nutrólogos. (Leia mais sobre as dicas da equipe aqui)

Dá para ganhar massa e emagrecer?

O CrossFit também pode ser um grande parceiro no emagrecimento sem prejuízo ao ganho de massa (Leia mais aqui). Treinos dinâmicos, estimulantes e variados NÃO permitem ao corpo a estagnação. Por isso o CrossFit vem sendo amplamente recomendado como modalidade esportiva para quem deseja ganho de massa magra e mais saúde. Não acredita? Então confira este relato de um aluno  da Ares CrossFit e veja o antes e o depois “do combo”: CrossFit x plano alimentar.

O Touro Tourino

Desculpem o trocadilho infame. Mas dá para não se impressionar com a evolução do advogado Bruno Tourino Damata, de 26 anos? Bruno começou a fazer musculação aos 15 anos. E entrou no CrossFit em 2014 sem muita definição muscular. Em menos de um ano o impacto foi tremendo. “Em 8 meses já tinha atingido um objetivo de corpo que não havia conseguido em muitos anos na academia” explica. E, de lá para cá, foram 12 quilos de massa magra. Um feito!
Os mais desconfiados podem logo se antecipar e perguntar: “- Mas não rolou uma seca de cerveja e de balada? Uns R$5 mil de suplementos e ou até aquela reposição hormonal marota, não?”

“Não.” Ele responde tranquilamente. “Apesar de abdicar de certas atividades e até costumes relativos à alimentação, o CrossFit me conquistou.  Meu plano inicial era somente me dedicar aos treinos. Mas, após ver a evolução, me senti motivado a modificar hábitos alimentares também. Passei a consumir mais calorias, porém através de fontes de qualidade que não possuíssem muita gordura ruim e ou açúcar” completa. “Aí, foi só alegria!” e se diverte.
Alguma dúvida dessa felicidade toda?

E aí? Tá fazendo o que parado?
Seja ‘um novo” você! Be more human

Raquel Capanema
Jornalista, apresentadora de TV e Crossfitter de paixão.
Comente pelo Facebook
Compartilhar